Pesquisar este blog

sexta-feira, 19 de março de 2010

O primeiro resfriado...

Então aquele espirro despretencioso se transformou numa série de espirrinhos e num nariz escorrendo. Isso foi no sábado passado.
Então, segunda-feira (15/03) a minha polvinho filhote ficou bem incomodada, não conseguia dormir e o nariz estava MUITO entupido.
Obviamente que fui dormir com ela, por muito menos do que isso já botei o colchão no chão e lá fomos as duas dividir o travesseiro*. Me dava um dó... a pequena, acordava chorosa e lá ia eu com sugador em punho aspirar o narizinho. Media a temperatura, 37º, 37.2º e eu firme.
A pediatra orientou a medicar somente se a febre passar de 38º e além disso andei lendo alguns artigos muito interassantes e esclarecedores sobre episódios febris.
Mas a noite foi bem difícil...acorda, aspira o nariz, troca a roupa molhada de suor, dá peito, carinho, água, faz dormir. Mas valeu a pena. Ontem ela ficou amolada mas não deixou de brincar bastante, a coriza diminui e agora ficou uma tosse encatarrada. A pediatra disse para observar, usar spray de soro fisiológico e continuar monitorando a temperatura (que baixou para 36º e alguma coisa!).
Mas olha, é muito difícil ver a minha guriazinha sofrendo.

Se eu pudesse passava por tudo isso no lugar dela, mesmo sabendo que ela vai sair disso fortalecida.




*Antes que alguém pergunte: a Alice não fica manhosa, nem insegura, tampouco se recusa a ir para o bercinho dela por causa dos nossos deliciosos momentos de cama compartilhada. Se você nunca praticou, experimente!

2 comentários:

cegonhas disse...

Tadinha, Roberta! Que bom que ela melhorou. Deve ser um perrengue danado lidar com uma gripe de um serzinho tão minúsculo. Não quero nem ver quando chegar a minha vez!!!

Beijão nas duas!

Carol P disse...

Que agonia ne, minha filha ficou doente pela primeira vez essa semanas. Felizmente isso passa. bjs